Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

Gonçalo M. Tavares aclamado em França

Acabado de publicar em França (Éditions Viviane Hamy), o livro Uma Viagem à Índia (editado em Portugal pela Caminho),de Gonçalo M. Tavares está a receber da imprensa francesa um acolhimento entusiástico.

O Le Monde des Livres, que define Gonçalo M. Tavares como “prodígio da literatura portuguesa nascido em 1970”, afirma que este livro é “a grande epopeia dos nossos tempos” e “se impõe como uma das obras mais marcantes da literatura europeia recente”, um romance que relata “peripécias rocambolescas com o mesmo ritmo dos primeiros álbuns de Tintim e cujo conteúdo intelectual é tão denso como as Investigações Filosóficas de Ludwig Wittgenstein”.

Por sua vez, o jornal La Croix, depois de analisar em detalhe aquilo o que chama as “fulgurâncias” de Gonçalo M. Tavares – “a língua, os livros, o avanço e o refluxo do religioso, o ar, a água, os vegetais, as técnicas avançadas, as diferentes temporalidades, o desejo ou os instintos predadores” – conclui: “Gonçalo M. Tavares, pela graça da literatura, afirma o seu veto ao asselvajamento do mundo. Compôs, ordenadas em dez cantos prodigiosos mil cento e duas estrofes para conjurar a catástrofe”.

Para o Magazine LittéraireUma Viagem à Índia “é um grande livro. Sem dúvida, o mais ambicioso projecto da rentreé literária, tão rigorosamente insensato como perfeitamente realizado. O género de livro que se guarda mal terminada a leitura para nela mergulhar de novo com um prazer sensual ininterrupto.”

Também o Le Figaro Littéraire dá um grande destaque ao livro, afirmando que “esta Melancolia Contemporânea” é uma tragédia do homem só confrontado com o absurdo na grande cidade anónima”. E conclui: “Era preciso uma grande audácia ao escritor para se propor, de maneira pública e frontal, realizar uma obra-prima. Mas Tavares não tem apenas audácia. Com a sua mão segura, maneja firmemente o cinzel do artista.”

Para a revista Lire, Uma Viagem à Índia,“misturando poesia, filosofia, harmonia, é um daqueles livros que nos deixa, ao terminar a leitura, cheios de uma felicidade que não sentíamos ao entrar nele”.

E para a Livres-Hebdo, trata-se de um “romance em fragmentos, em dez cantos e 1102 estrofes como o seu ilustre modelo” e que “com a sua tessitura e ritmo próprios este livro não se parece a ninguém senão ao grande Tavares”. O livro “desenvolve-se em versos que verdadeiramente o não são, em aforismos profundos e leves, em verdades tão definitivas como relativas”.

A forte instituição dos livreiros de França entusiasmou-se também com Uma Viagem à Índia. Na Librairie Mollat escreve-se que “Gonçalo M. Tavares é um génio, não é de mais insistir” e o livro Uma Viagem à Índia é “uma pedra fundamental no edifício da literatura mundial”, e na Librairie Traverse salienta-se que este livro leva Gonçalo M. Tavares ao panteão “do grandiosos escritores”.

Finalmente, o reputado crítico Pierre Assouline, membro do júri do Prémio Goncourt, interrogado por Olivier Claudon do semanário DNA, afirmou: “Mas o livro que mais me fascinou nesta rentreé é um livro estrangeiro que não pode por isso concorrer [ao Prémio Goncourt], chama-se Uma Viagem à Índia. É de Gonçalo Tavares, um romancista português.”

Uma Viagem à Índia está entre os oito nomeados para o Prémio Médicis Para Melhor Romance Estrangeiro em França, lista de qual faz também parte O Arquipélago da Insónia, de António Lobo Antunes, e Gonçalo M. Tavares participa, por estes dias, na feira de Livro de Estocolmo, onde apresenta a tradução sueca de O Bairro, na editora Tranan.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D