Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

Lídia Jorge vence Prémio Literário Vergílio Ferreira

LJ 0004 (c) Pedro Loureiro .jpg

A escritora Lídia Jorge, cuja é obra é publicada pela Dom Quixote, é a vencedora do Prémio Literário Vergílio Ferreira, instituído pela Universidade de Évora. A autora de Os Memoráveis foi o nome eleito pelo júri daquele galardão, presidido por António Sáez Delgado e que integra, entre outros, Eduardo Lourenço e Fernando Pinto do Amaral.

Instituído em 1997, pela Universidade e Évora, o Prémio Vergílio Ferreira destina-se a premiar, anualmente, o conjunto da obra literária de um autor de língua portuguesa relevante no âmbito na narrativa ou do ensaio.

Lídia Jorge afirmou-se emocionada, porque foi “muito amiga” de Vergílio Ferreira, que foi o primeiro que a reconheceu como seu par.

“Eu senti muita emoção, porque fui muito amiga de Vergílio Ferreira, que foi um escritor que me acompanhou, aquele que primeiro escreveu sobre [o romance]  O Dia dos Prodígios, quando ainda nem sequer estava publicado”, disse a escritora à agência Lusa.

“Foi o primeiro escritor a reconhecer-me como seu par, o que me deu uma alegria enorme, como se pode imaginar”, recordou a autora, referindo que Vergílio Ferreira foi quem a apadrinhou na literatura.

Lídia Jorge nasceu em 1946, no Algarve. Já foi distinguida com alguns dos mais importantes prémio literários, nacionais e estrangeiros: Prémio Dom Dinis; Prémio PEN Clube; Prémio Máxima de Literatura; Prémio Bordallo de Literatura da Casa da Imprensa; Prémio Correntes d’ Escritas; Grande Prémio de Romance de Novela da APE; Prémio Jean Monet de Literatura Europeia; Prémio Charles Bisset; Prémio Albatros, da Fundação Günter Grass.

Em 2013 foi classificada pela prestigiada revista francesa Le Magazine Littéraire como uma das “10 grandes vozes da literatura estrangeira” e no final de 2014 foi agraciada com o Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura.

Lídia Jorge nomeada para Personalidade Feminina do Ano pela revista Lux

lidia.jpeg

A revista Lux decidiu, à semelhança de outros anos, dar aos leitores a oportunidade de elegerem treze personalidades femininas que se destacaram no ano de 2014 em treze áreas diversas. Para isso, foi escolhido um júri independente que selecionou três mulheres em cada uma das categorias.

Lídia Jorge, que em 2014 publicou na Dom Quixote o romance Os Memoráveis, é uma das nomeadas na categoria Literatura, juntamente com Maria Filomena Mónica e Alexandra Lucas Coelho.

Clara de Sousa, que em 2014 lançou A Minha Cozinha 2 na Livros d'Hoje, está nomeada na categoria de Televisão/Informação e Tânia Ribas de Oliveira, autora de Manel, o Menino que Gostava de Comboios (Oficina do Livro), é uma das nomeadas na categoria Televisão/Entretenimento.

A vencedora da edição do ano passado foi a escritora Maria João Lopo de Carvalho (que recebeu também esta distinção em 2011).

Vote aqui até ao dia 26 de janeiro (até às 18h). As vencedoras serão conhecidas no dia 4 de fevereiro.

Biblioteca Lídia Jorge celebra 10.º aniversário

Biblioteca Lídia Jorge.jpg

Para assinalar os dez anos de abertura ao público, a Biblioteca Municipal Lídia Jorge, em Albufeira, vai acolher na quarta-feira, 17 de dezembro, uma celebração simbólica, que irá contar com a presença de Lídia Jorge, madrinha do equipamento.

Pelas 18h00, a escritora algarvia apresentará o seu mais recente romance Os Memoráveis, durante um encontro informal, onde dará a conhecer a obra que tem como cenário o 25 de abril de 1974, onde as personagens tentam recriar o que foi a ilusão revolucionária, a desilusão de muitos dos participantes e o árduo caminho para uma Democracia.

Lídia Jorge escritora amplamente premiada e traduzida, é autora dos romances O Dia dos Prodígios (1980), O Cais das Merendas (1982), Notícia da Cidade Silvestre (1984), A Costa dos Murmúrios (1988) e O Vale da Paixão (1998), que recebeu os prémios Dom Dinis, Bordallo, Ficção do PEN Clube, Máxima de Literatura e o Jean Monet de Literatura Europeia – Escritor Europeu do Ano, tendo sido finalista do International IMPAC Dublin Literary Award, em 2003. Em 2002, publicou O Vento Assobiando nas Gruas, a que se seguiu Combateremos a Sombra.

Pelo conjunto da sua obra, a escritora natural de Boliqueime, recebeu o prémio da Fundação Günter Grass, na Alemanha, Albatroz, em 2006, e o Grande Prémio Sociedade Portuguesa de Autores, em 2007. Em 2013, a revista francesa Le Magazine Littéraire incluiu Lídia Jorge entre as 10 grandes vozes da literatura estrangeira.

Saliente-se que este espaço cultural, que adquiriu o nome de Lídia Jorge a 7 de outubro de 2009 em homenagem à escritora, tem vindo a registar um crescente aumento do número de inscrições e de frequentadores. Atualmente, são mais de 11 mil utilizadores a recorrer a um conjunto de serviços e atividades adequados às diferentes faixas etárias.

Lídia Jorge vence Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura 2014

lj.jpegA escritora portuguesa Lídia Jorge foi distinguida com o Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura 2014, atribuído pelo Ministério da Cultura de Espanha e pela Secretaria de Estado da Cultura de Portugal.

O prémio foi concedido por unanimidade à autora “por criar uma relação e vínculo de união entre Portugal e Espanha através da sua contribuição para o conhecimento mútuo da literatura de ambos os países e pelo valor do seu trabalho literário, que aborda questões fundamentais do nosso tempo”.

O Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura foi criado em 2006 com um carácter bianual e visa distinguir a obra de um criador na área da arte e da cultura em todas as suas manifestações e incrementar a comunicação e cooperação cultural entre Espanha e Portugal.

O galardão distingue contribuições significativas para o reforço dos laços entre os dois países e um maior reconhecimento recíproco da criação nas suas diversas facetas.

Com um valor monetário de 75 mil euros, o Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura distinguiu já o poeta e tradutor português José Bento em 2006, o professor e escritor espanhol Perfecto Quadrado em 2008, o arquiteto português Álvaro Siza Vieira em 2010 e o cineasta espanhol Carlos Saura em 2012.

Sessão Discursos Diretos com Lídia Jorge em Loulé

A Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, no âmbito das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril, vai receber mais uma sessão da iniciativa “Discursos Diretos”, no dia 25 de novembro, pelas 21h00, com a presença da escritora Lídia Jorge, que será apresentada pelo Reitor da Universidade do Algarve, António Branco.

De forma a potenciar a deslocação da escritora, será realizada no mesmo dia, às 15h30, uma tertúlia no Colégio Internacional de Vilamoura.

A entrada é livre.

 

Lídia Jorge no Festival de Romance Histórico em Barcelona

A escritora Lídia Jorge é uma das participantes da segunda edição do Festival de Romance Histórico, que decorre até 22 de novembro, em Barcelona, e onde analisará o "tempo" do romance histórico.

"A partir de que momento um romance poder ser considerado histórico?" é a pergunta que a escritora analisará, numa mesa redonda a que preside amanhã, dia 18 de novembro, altura em que também apresentará o seu livro Os Memoráveis.

A edição deste ano do festival, ponto de encontro de autores e leitores de romances históricos, dará especial destaque a três períodos da História, entre os quais o 40.º aniversário do 25 de Abril, tema que Lídia Jorge também deverá abordar na sua mesa redonda, que se realiza no Centro Cultural do Born.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D