Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

A Metamorfose – Franz Kafka

 

 

«Certa manhã, ao acordar após sonhos agitados, Gregor Samsa viu-se na sua cama, metamorfoseado num monstruoso insecto.»


É assim que começa A Metamorfose, uma das mais emblemáticas obras de Franz Kafka. Nesta narrativa, o autor recorre à terrível metamorfose física e ao desespero da personagem para abordar os temas transversais a toda a sua obra: o comportamento humano, a impotência perante o absurdo e a frustração provocada por uma sociedade opressora e burocrática.


P.V.P. (c/ IVA): €5,95

Franz Kafka homenageado pelo Google nos 130 anos do seu nascimento

Franz Kafka, autor de O Processo, é hoje alvo de uma homenagem com um google doodle, pelo gigante da Internet Google, no dia em que se assinala o 130 º aniversário do nascimento deste escritor, em Praga, a 3 de julho de 1883.

Falecido a 3 de junho de 1924, Franz Kafka, escritor checo de língua alemã, foi um dos mais influentes escritores do século XX. Virtualmente desconhecido enquanto viveu, a sua obra tem sido reconhecida como simbolizando a ansiedade do homem moderno e a alienação grotesca num mundo ininteligível, hostil e indiferente. Foi o escritor e crítico Max Brod que, ignorando a última vontade do autor em destruir a sua obra, deu a conhecer ao mundo o génio literário de Kafka, através da publicação de O Processo (1925), O Castelo (1926) e América (1931).

OS 100 MELHORES LIVROS NA HISTÓRIA DA LITERATURA

 

Os editores dos Clubes de Leitura da Noruega pediram a 100 consagrados escritores para nomear as dez melhores e mais fundamentais obras da literatura mundial, de forma a reunir as 100 mais votadas na Livraria de Literatura Mundial.

Entre os 100 mais votados encontram-se obras dos portugueses José Saramago (Ensaio Sobre a Cegueira) e Fernando Pessoa (Livro do Desassossego), juntamente com os autores publicados pela BIS Jorge Luis Borges (Ficcões), Charles Dickens (Grandes Esperanças), Gabriel García Márquez (Cem anos de Solidão e O Amor nos Tempos de Cólera), Franz Kafka (O Processo, Contos e O Castelo), Edgar Allan Poe (Histórias Extraordinárias), Lev Tolstoi (A Morte de Ivan Ilitch, Guerra e Paz e Ana Karenina), Mark Twain (As Aventuras de Huckleberry Finn) e Marguerite Yourcenar (Memórias de Adriano).

O grande vencedor da votação foi Dom Quixote, de Miguel de Cervantes.

Participaram na eleição escritores como John le Carré, John Irving, Salman Rushdie, Nadine Gordimer, Milan Kundera, Carlos Fuentes, Paul Auster, A. S. Byatt, Orhan Pamuk, Bei Dao, Nawal El Saadawi e Yvonne Vera, entre outros.

Pode consultar a lista completa aqui.

BORGES VS. KAFKA EM BUENOS AIRES

Não, não se trata de um combate póstumo entre dois dos maiores vultos da literatura do século XX. A capital da Argentina está a ser palco, até 10 de Maio, da 2.ª Bienal Borges Kafka Buenos Aires-Praga, com uma série de actividades que reflectem os vínculos entre os dois autores, e que inclui mostras de arte, instalações cibernéticas, concertos e exibições de cinema sobre a vida e obra dos escritores.

A iniciativa começou com a exibição de um labirinto do artista plástico Rogelio Polesello no Centro Cultural Recoleta, que mostra grandes imagens sobrepostas dos dois autores, estando também patente uma exposição feita por oito desenhistas e humoristas com ilustrações e trabalhos inspirados nas obras de Jorge Luis Borges (1899-1986) e Franz Kafka (1883-1924).

A iniciativa reúne escritores e intelectuais da Argentina, Uruguai, Brasil, Bolívia, México e República Checa em sete museus e centros culturais da cidade.

Organizado pela Fundação Internacional Jorge Luis Borges Sociedade e o Centro Franz Kafka de Praga, o evento coincide com as celebrações pelo bicentenário da Revolução de Mayo, que abriu passagem à independência da Argentina da Espanha em 1816.

Para o ministro da Cultura da Argentina, Hernán Lombardi, a bienal “constitui um evento cultural de grande magnitude”, que reflecte, além do vínculo entre os dois escritores, “um diálogo entre Buenos Aires e Praga”.

De destacar também neste evento, a realização de simpósio internacional que aborda a relação de Borges e de Kafka com o universalismo, a literatura nos pequenos países e o lugar da tradição da escrita.

Nas conversas ao longo da bienal dissertarão o boliviano Luis Antezana, o brasileiro Sergius Gonzaga, o uruguaio Mauricio Rosencof e o checo Arnost Lustig, entre outros.

FORA DE SÉRIE

A colecção BIS, livros de pequeno formato com grandes autores a preços acessíveis, já tinha publicado Kafka, Truman Capote, Edgar Allan Poe, Borges, Agualusa e Lobo Antunes, por exemplo. Mas agora decidiu renovar o stock com Dickens, García Márquez, José Cardoso Pires e Carlo Collodi, que escreveu As Aventuras de Pinóquio. O destaque é inevitável: De Profundis, Valsa Lenta. Cardoso Pires em registo confessional, quase que um diário dos costumes – na sua prosa cirúrgica, clara, extremamente concreta, sem uma palavra desnecessária. Será sempre um autor obrigatório.

 

Artigo publicado na Notícias Magazine de domingo.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D