Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

UMA VIAGEM À ÍNDIA, DE GONÇALO M. TAVARES, VENCE PRÉMIO DE MELHOR LIVRO DE FICÇÃO NARRATIVA

Uma Viagem à Índia (Caminho), de Gonçalo M. Tavares, venceu ontem o Prémio de Melhor Livro de Ficção Narrativa, dos Prémios Autores 2011, iniciativa da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e da RTP.

Ainda na categoria literatura, o vencedor de Melhor Livro de Poesia foi Depois de Dezembro (Licorne), enquanto que A Contradição Humana (Caminho), de Afonso Cruz, foi distinguido como Melhor Livro de Literatura Infanto-Juvenil.

O ensaísta Eduardo Lourenço foi galardoado com o Prémio Vida e Obra.

A II Gala dos Prémios Autores 2011 realizou-se no Centro Cultural de Belém, com transmissão na RTP.

Lista completa dos vencedores:

Literatura:

Melhor Ficção Narrativa: Uma Viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares

Melhor Livro de Poesia: Depois de Dezembro, de António Carlos Cortez

Melhor Literatura Infanto-Juventil: A Contradição Humana, de Afonso Cruz

Cinema:

Melhor Argumento: Mistérios de Lisboa, de Carlos Saboga

Melhor Actriz: Beatriz Batarda, em Duas Mulheres

Melhor Actor: Cláudio da Silva, no Filme do Desassossego

Melhor Filme: Filme do Desassossego, de João Botelho

Artes Visuais:

Melhor Exposição de Artes Plásticas: Viva a República!, de Henrique Cayatte

Melhor Trabalho de Fotografia: Street Photography – Exposição Tributo, de Rui Palha

Melhor Trabalho Cenográfico: Húmus, de Luís Castro

Música:

Melhor Canção: Retrato, de Mário Cláudio e Bernardo Sassetti (no disco Carlos do Carmo e Bernardo Sassetti)

Melhor Disco: Mongrel, de Mário Laginha Trio

Melhor Trabalho de Música Erudita: Concerto para Piano, de Sérgio Azevedo

Teatro:

Melhor Texto Original: A Casa dos Anjos, de Luís Mário Lopes

Melhor Actriz: Isabel Abreu, em BlackBird

Melhor Actor: Miguel Guilherme, em O Senhor Puntila e o seu Criado Matti

Melhor Espectáculo de Teatro: Quixote, de João Brites

Dança:

Melhor Coreografia: Paisagens – Onde o Negro é Cor, de Paulo Ribeiro

Rádio:

Melhor Programa de Rádio: Pessoal e... Transmissível, de Carlos Vaz Marques (TSF)

Televisão:

Melhor Programa de Informação: Condenados, de Sofia Pinto Coelho (SIC)

Melhor Programa de Ficção: Noite Sangrenta, de Tiago Guedes e Frederico Serra (RTP)

Melhor Programa de Entretenimento: As Horas do Douro, de António Barreto e Joana Pontes (RTP)

Prémios Especiais:

Melhor Programação Autárquica: Câmara Municipal de Lisboa

Autor Internacional: Patrice Chéreau

Vida e Obra: Eduardo Lourenço

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D