Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

PRAÇA LEYA – FEIRA DO LIVRO DE LISBOA 2013 – SESSÕES DE AUTÓGRAFOS*

Sexta-feira, 24 de maio

18h00 Margarida Rebelo Pinto

Sábado, 25 de maio

15h00 Álvaro Magalhães; Carlos J. Campos; Domingos Amaral

15h30 David Machado; Henrique Monteiro; João Rebocho Pais; João Tordo; José Jorge Letria; Miguel Peres e João Amaral; Nuno Camarneiro

16h00 Alice Vieira; António Lobo Antunes; Gonçalo M. Tavares; Mathias Énard; Pepetela

16h30 Mafalda Moutinho; Sandro William Junqueira

17h00 Tiago Rebelo; Filomena Gonçalves; Francisco Moita Flores; Joana Vilela; Margarida Rebelo Pinto; Maria Teresa Horta; Paulo Moura; Pedro Medina Ribeiro

18h30 Manuel Alegre

Domingo, 26 de maio

15h00 Alexandre Borges; Carlos Vale Ferraz; O Alfaiate Lisboeta

15h30 Ana Cristina Silva; Henrique Monteiro; Hugo Teixeira e Ana Vidazinha; João Tordo; Miguel Peres e João Amaral; Miguel Real; Paulo Moreiras; Ricardo Cabral

16h00 Carlos Campaniço; Alice Vieira; Gonçalo M. Tavares

16h30 Eva Delgado-Martins; Mafalda Moutinho; Patrícia Portela; Sandro William Junqueira

17h00 Danuta Wojciechowska; Margarida Fonseca Santos; Nuno Júdice; Rita Ferro; Rui Cardoso Martins; Urbano Tavares Rodrigues

Sábado, 1 de junho

11h00 Maria João Lopo de Carvalho; Susana Cardoso Ferreira; Isabel Zambujal

15h00 Francisco Moita Flores; Júlio Isidro

15h30 Cristina Drios; Ana Margarida de Carvalho; João Tordo

15h30 JL Pio Abreu

16h00 Cristiana Pereira, Walter Zand e Mia Temporário, autores do livro solidário A Formiga Juju; Nuno Amado; Rita Garcia; Joana Pereira Bastos; Tiago Carrasco; Ricardo Marques; Lucília Galha; António Lobo Antunes; Pedro Leitão; Sara Rodrigues; Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

16h30 Mafalda Moutinho; Patrícia Portela; Rita Taborda Duarte

17h00 Inês Pedrosa; Pepetela; Joost de Rayemaker; Lídia Jorge; Rui Cardoso Martins; Patrícia Reis ; Daniel Sampaio e netos; António Caeiro; Alexandra Marques; Margarida Fonseca Santos

18h00 Maria João Lopo de Carvalho; Laborinho Lúcio; Francisco Salgueiro

Domingo, 2 de junho

15h00 Deana Barroqueiro; João Ricardo Pedro; Francisco Camacho; João Tordo (até às 16h30); David Machado

16h00 Joana Reis; Alice Vieira; Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada; Cristina Norton

16h30 Eva Delgado-Martins; Manuela Castro Neves e Madalena Matoso; Patrícia Portela; Joana Bértholo

17h00 João Ferreira do Amaral; Inês Pedrosa; Pepetela; Patrícia Reis; Marcello Duarte Mathias; Robert Wilson; Fernanda Serrano; António Borges Coelho; Miguel Carvalho; Ana Paula Tavares; Danuta Wojciechowska; Daniel Sampaio e netos; Alexandra Marques; Joana Vilela; Isabel do Carmo

18h00 Paulo Sousa Costa; Afonso Cruz

Sábado, 8 de junho

15h00 Domingos Amaral; Deana Barroqueiro; António Mota; António Torrado

15h30 Miguel Peres e João Amaral; Catherine Labey; Cristina Drios; Ana Margarida de Carvalho; Nuno Camarneiro; Nelson Martins

16h00 Lara Xavier; Alice Vieira; António Lobo Antunes; Lídia Jorge; Maria Teresa Horta Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

16h30 Mafalda Moutinho; Rita Taborda Duarte

17h00 José Norton; Rosário Alçada Araújo; Patrícia Reis; Rita Ferro; Nuno Júdice; Mário Cláudio; António Borges Coelho; António Sala; Maria João Lopo de Carvalho

17h30 João César das Neves

Domingo, 9 de junho

15h00 António Torrado; Maria Alberta Menéres

15h30 Ricardo Cabral; Miguel Peres e João Amaral; João Tordo; Nuno Camarneiro

16h00 Maria José Costa Félix; Alice Vieira; Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

16h30 Daniel Sampaio; Rita Taborda Duarte e Maria João Lima

17h00 Nuno Lobo Antunes; Maria Teresa Horta; Urbano Tavares Rodrigues; Fernando Pinto do Amaral; Danuta Wojciechowska; António Caeiro; Isabel do Carmo; Margarida Rebelo Pinto

18h00 Nuno Ferreira e Bruno Caldeira; Manuel Alegre; João de Melo; Laborinho Lúcio

segunda-feira, 10 de junho (Feriado)

15h30 Ricardo Cabral; João Tordo; João Ricardo Pedro; Francisco Camacho; Miguel Real André Gago e Marina Palácio

16h00 Alice Vieira; Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

16h30 Joana Bértholo

17h00 Patrícia Reis; Rui Cardoso Martins; Rita Ferro; Nuno Júdice; Inês Pedrosa; Isabel do Carmo; O Arrumadinho; Padre José Luís Borga

18h00 Afonso Cruz

*O programa poderá sofrer alterações, por favor consulte o programa actualizado em  www.leya.com

Descoberto inédito de Eça de Queirós, que vai ser agora publicado

Trata-se de excertos da opereta A Morte do Diabo, composta em 1869 e que até agora era conhecida apenas por referências em textos dispersos dos seus libretistas  Eça de Queirós e Jaime Batalha Reis. Foi descoberta no espólio do autor da música, Augusto Machado, na Biblioteca Nacional, numa partitura sem qualquer menção ao título nem aos autores. É esta a opereta inédita que agora se apresenta, com estudos de Irene Fialho (que a reencontrou), Mário Vieira de Carvalho e José Brandão. A Morte do Diabo mostra a expressão humorística dos seus autores, sobretudo de Eça de Queirós, numa faceta pouco conhecida, o verso cómico.

A obra é editada pela Editorial Caminho e estará à venda já na Feira do Livro de Lisboa, e em todas as livrarias, a partir do dia 4 de junho.

Imprensa Nacional homenageia Saramago com moeda

A Imprensa Nacional – Casa da Moeda vai fazer uma emissão dedicada a José Saramago, que será apresentada hoje, em Lisboa.

A emissão especial da Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM), dedicada ao autor de Memorial do Convento, é uma moeda no valor de 2,5 euros, em ouro e prata, que se integra na coleção “Escritores Europeus”, da série “Europa”, na qual participam dez países convidados e respetivos escritores, entre os quais o espanhol Miguel de Cervantes.

Desta série fazem também parte o austríaco Stefan Zweig, o irlandês James Joyce, o francês Gustave Flaubert e o belga Hugo Claus.

A moeda do Nobel português é de autoria do escultor Vítor Santos e, segundo nota da INCM, “apresenta uma imagem estilizada do rosto de José Saramago, bem como uma alusão à distinção feita em 1998 pela Academia Sueca ao escritor português”.

A edição da moeda compreende uma emissão de 2500 exemplares em ouro e de 7500 exemplares em prata, com acabamento proof – tratamento de brilho.

As moedas da série "Europa" são emissões oficiais em euros que, embora com uma temática anual comum, cada uma delas é específica do Estado que a emite, e apenas aí tem curso legal.

A apresentação da moeda está marcada para hoje, às 18h00, na Casa dos Bicos, em Lisboa, sede da Fundação José Saramago, com a presença de António Osório, presidente do Conselho de Administração da INCM, e de Pilar del Río, presidente da Fundação.

Pepetela, Germano Almeida e Luís Patraquim conversam sobre Desafios da Língua Portuguesa

A União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) promove, juntamente com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) e a LeYa, uma conversa em volta dos “Desafios da Língua Portuguesa, como veículo das diferentes culturas e sensibilidades num mundo globalizado”, com os escritores Pepetela (Angola), Germano Almeida (Cabo Verde) e Luís Patraquim (Moçambique), no âmbito dos “Encontros UCCLA com as literaturas Lusófonas”.

O evento realiza-se no Auditório da APEL na Feira do Livro de Lisboa 2013, sexta-feira, dia 24 de maio, às 21h00.

A Viagem do Elefante, de Saramago, atravessa o país numa iniciativa da ACERT-Trigo Limpo

A Viagem do Elefante, do Trigo Limpo, Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), é um projeto de teatro de rua, inspirado na obra homónima de José Saramago, que vai ser apresentado hoje na Fundação José Saramago, antes de a produção seguir o caminho descrito na obra, a partir do mês de junho, quando passam três anos sobre a morte do escritor.

O livro de Saramago é sobre a ida de um elefante indiano, de Portugal até à corte dos Habsburgo, em Viena. O animal, ao qual o autor chamou Salomão, foi mandado pelo rei D. João III para a capital do então Sacro Império Romano da Nação Germânica, como presente de casamento ao arquiduque Maximiliano, seu primo.

A viagem durou de 1550 a 1552 e a obra, apesar das mais de 250 páginas que ocupa, era considerada “um conto” pelo próprio autor, como declarou à Lusa, em 2008, em vésperas da publicação. Saramago disse então que teve de "fabricar a história", pois os dados históricos rareavam.

“Os dados históricos eram pouquíssimos e o que há tem que ver principalmente com o que se passou depois da chegada do elefante à Áustria. Daqui de Lisboa até lá, não se sabe o que aconteceu. Sabe-se, ou parte-se do princípio de que foi de Lisboa até Valladolid – onde o arquiduque era, desde há dois ou três anos, regente, em nome do Imperador Carlos V (de quem era genro) –, que embarcou no porto da Catalunha para Génova e que tudo o que não foi esta pequena viagem de barco foi, como costumamos dizer, à pata”, resumiu o escritor.

Este ano e no próximo, o “espetáculo percorrerá a rota 'O Caminho de Salomão', com um engenho cénico de grandes dimensões”, anunciou a Fundação José saramago em comunicado.

“O Caminho de Salomão” segue, na rota portuguesa, o espaço físico descrito pelo livro, de Constância, onde se acredita ter vivido Camões, passando por Belém, até à fronteira com Espanha, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo.

A primeira apresentação pública do projeto será no dia 29 de junho, exatamente em Figueira de Castelo Rodrigo, seguindo-se os concelhos de Sabugal, Pinhel, Fundão e também Castelo Branco, São João da Pesqueira, Tondela, entre outros.

O elefante Salomão será também apresentado em Ciudad Rodrigo, em Espanha, e noutras cidades europeias, por onde se presume a passagem do elefante.

Nos dias 14 e 15 de setembro, o elefante Salomão mostra-se em Lisboa.

Divulgada primeira imagem da adaptação para o cinema de O Homem Duplicado, de Saramago

Foi recentemente divulgada uma imagem de Jake Gyllenhaal em An Enemy, adaptação para o cinema de O Homem Duplicado, de José Saramago.

Realizado pelo canadiano Denis Villeneuve, nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2011 por Incendies – A Mulher que Canta, o filme conta com Jake Gyllenhaal a interpretar os dois papéis principais.

Segundo o ator, este filme é “uma fascinante viagem na história, num mundo que só Saramago poderia criar. Será uma experiência alucinante.”

De José Saramago foram já adaptadas para o cinema as obras A Jangada de Pedra, A Maior Flor do MundoEnsaio sobre a Cegueira e Embargo. O Evangelho segundo Jesus Cristo, adaptado pelo português Miguel Gonçalves Mendes, realizador de José & Pilar, chegará também em breve aos cinemas.

Marquesa de Alorna – Maria João Lopo de Carvalho

 


Rebelde, culta, apaixonada e sonhadora: a história de uma mulher única que deslumbrou Portugal e a Europa.


Leonor, Alcipe, condessa d’Oeynhausen, marquesa de Alorna – nomes de uma mulher única e plural, inconfundível entre as elites europeias. Com a sua personalidade forte e enorme devoção à cultura, desconcertou e deslumbrou o Portugal dos séculos XVIII e XIX, onde ser mãe de oito filhos, católica, poetisa, política, instruída, viajada, inteligente e sedutora era uma absoluta raridade.

Viu Lisboa e a infância desmoronarem-se no terramoto de 1755, passou dezoito anos atrás das grades de um convento por ordem do marquês de Pombal e repartiu a vida, a curiosidade e os afectos por Lisboa, Porto, Paris, Viena, Avinhão, Marselha, Madrid e Londres.

Viveu uma vida intensa e dramática, sem nunca se deixar vencer. Privou com reis e imperadores, filósofos e poetas, influenciou políticas, conheceu paixões ardentes, experimentou a opulência e a pobreza, a veneração e o exílio.

Marquesa de Alorna é uma história de amor à Liberdade e de amor a Portugal. A história de uma mulher apaixonada, rebelde, determinada e sonhadora que nunca desistiu de tentar ganhar asas em céus improváveis, como a estrela que, em pequena, via cruzar a noite.


 

P.V.P. (c/ IVA): €11,00

Uma Villa em Itália – Elizabeth Edmondson

 


"O livro perfeito para umas férias de verão."

The Oxford Times

 

Delia, filha de um lorde e cantora de ópera, não consegue esquecer o ex- namorado, agora casado com a sua irmã. George, um cientista nuclear de Cambridge, não consegue perdoar-se por ter participado no desenvolvimento da bomba atómica. Marjorie escreve policiais, ou melhor, escrevia, já que se debate há algum tempo com um bloqueio criativo. E Lucius, um banqueiro de Boston, vive ainda assombrado pelas memórias da guerra. Quatro pessoas aparentemente sem nada em comum veem o seu nome mencionado no testamento de uma mulher que não conhecem. Quem foi Beatrice Malaspina e porque exige que compareçam na sua villa em Itália? Enquanto esperam pelas respostas, a magia do lugar começa a exercer os seus efeitos sobre eles: os frescos desbotados, os jardins exuberantes e a magnífica torre medieval não se assemelham a nada que já tenham visto. Aos poucos, quatro pessoas que sempre fizeram os possíveis por esconder os seus problemas descobrem que a mudança – e até mesmo a esperança – é possível. Mas a misteriosa Beatrice tem um segredo arrebatador que os afetará a todos...


 

P.V.P. (c/ IVA): €9,95

Marley & Eu – John Grogan

 

 

O bestseller do ano do New York Times

3 milhões de exemplares vendidos


John Grogan compreende que a caminhada que as pessoas e os cães por vezes empreendem em conjunto são um reflexo de nós e do nosso mundo – da nossa própria humanidade, das alegrias e das tristezas e dos altos e baixos da vida.

Marley é um grande e notável cão e, pelas mãos de um escritor observador, racional e incisivo como Grogan, esta é uma jornada humano-canina que os apaixonados por cães vão querer percorrer.

Espere rir, chorar e abanar a cabeça ao ler este livro.


 

P.V.P. (c/ IVA): €7,50

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D