Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

LEYA BIS – LIVROS DE BOLSO

LIVROS DE BOLSO DA COLECÇÃO BIS

PRÉMIO LEYA ANUNCIADO A 18 DE OUTUBRO

O júri do Prémio LeYa 2011, presidido por Manuel Alegre, reunirá na sede da LeYa nos próximos dias 17 e 18 de outubro para encontrar o vencedor da quarta edição do Prémio Leya, cujo valor monetário é de 100 mil euros. O anúncio público da obra vencedora e do nome do seu autor terá lugar no dia 18 de outubro, no final da reunião do júri.

De registar uma alteração na formação do júri da edição deste ano, que deixará de contar com Carlos Heitor Cony, escritor, jornalista e membro da Academia Brasileira de Letras, e que passará a integrar o crítico literário, escritor e jornalista brasileiro José Castello.

Para além de José Castello, o júri do Prémio Leya 2011 é, assim, formado pelos escritores Manuel Alegre (Presidente), Nuno Júdice, Pepetela, José Carlos Seabra Pereira, Professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Lourenço do Rosário, Reitor do ISPU de Maputo, e Rita Chaves, crítica literária e professora da Universidade de São Paulo.

Com caraterísticas únicas pela sua especificidade e valor – 100 mil Euros –, o Prémio Leya foi criado em 2008 no sentido de distinguir um romance inédito escrito em português.

Até ao momento foram distinguidas com o Prémio LeYa as obras O Rastro do Jaguar, da autoria do jornalista brasileiro Murilo Carvalho, em 2008, e O Olho de Hertzog, do escritor moçambicano João Paulo Borges Coelho, em 2009. Na edição de 2010 o Júri decidiu por unanimidade não atribuir o Prémio LeYa.

INSTITUTO CAMÕES APOIA TRADUÇÃO DE AUTORES PORTUGUESES

Um Amor Feliz (David Mourão-Ferreira), O Banqueiro Anarquista (Fernando Pessoa), Milagrário Pessoal (José Eduardo Agualusa) e O Medo de Existir (José Gil) são as obras selecionadas, em 2011, para serem editadas, com o apoio do Instituto Camões,em língua sérvia, marcando a participação de Portugal e dos países de língua portuguesa, na Feira do livro de Belgrado.

O Instituto Camões apoia, anualmente, a edição, no estrangeiro, de obras de autores de língua portuguesa traduzidas para outros idiomas e de obras que versem temas da língua e da cultura portuguesas. Puderam candidatar-se ao programa de apoio à edição 2011, as editoras estrangeiras que pretendiam editar obras de autores de língua portuguesa traduzidas noutros idiomas e que dispunham de capacidade de distribuição internacional.

Foram ainda escolhidas outras obras para serem editadas em diferentes línguas: O Carderno 2 (José Saramago) e Seleção de poemas do livro Medo (Al Berto), em croata; O Cágado (José de Almada Negreiros), em francês; Crónica da Rua 513.2 (João Paulo Borges Coelho) e Revista Submarino (Associazione Culturale Alleo) em italiano; Inversos. Poesia 1990-2010 (Ana Luísa Amaral) em neerlandês; Jan Van Eyck and Portugal’s Illustrious Generations (Barbara Von Barghahn), em inglês; Antologia de Contos (José Eduardo Agualusa), em sueco; Photomaton – Nueva Lírica Portuguesa: 7 poetas (Rui Pires Cabral, Luis Quintais, Nuno Moura, Jorge Melícias, valter hugo mãe, Daniel Faria e Manuel de Freitas) em espanhol (Uruguai).

NOVO LIVRO DE JOÃO PAULO BORGES COELHO LANÇADO AMANHÃ

Cidade dos Espelhos, de João Paulo Borges Coelho, Prémio Leya 2009, será lançado amanhã, às 18.30, na Livraria Leya na CE Buchholz. A apresentação estará a cargo de Luís Carlos Patraquim.

A Cidade dos Espelhos é uma cidade arruinada e apática dominada pelo medo (terá havido uma guerra?). Um grupo de três terroristas consegue perturbar a "paz envenenada" desta cidade, mas é perseguido e neutralizado. Será o fim da última esperança de uma Cidade que já teve nas suas gárgulas o símbolo da sua opulência?

PRÉMIO LEYA 2010 – VENCEDOR REVELADO A 30 DE NOVEMBRO

O vencedor da edição de 2010 do Prémio LeYa será anunciado no dia 30 de Novembro, terça-feira, às 16h30, no edifício sede da LeYa, em Alfragide. O júri do Prémio LeYa, presidido por Manuel Alegre, reunirá nos dias 29 e 30 de Novembro, em Lisboa, a fim de deliberar sobre a obra vencedora da edição deste ano.

Foram recebidas 325 obras, provenientes, na sua grande maioria, de Portugal e Brasil, havendo também originais de países como Moçambique, Estados Unidos, Itália ou Espanha.

O júri do Prémio LeYa mantém a mesma formação dos dois últimos anos, sendo constituído por Manuel Alegre, poeta (presidente do júri), Carlos Heitor Cony, jornalista e escritor brasileiro, José Carlos Seabra Pereira, professor de Literatura Portuguesa, Lourenço do Rosário, reitor da Universidade Politécnica de Maputo, Nuno Júdice, poeta, Pepetela, escritor angolano, e Rita Chaves, professora de literatura e crítica brasileira.

O Prémio Leya, no valor de 100 mil euros – o mais elevado atribuído a um romance inédito de língua portuguesa – vai na sua terceira edição tendo as primeiras duas distinguido as obras O Rastro do Jaguar, do brasileiro Murilo Carvalho (2008), e O Olho de Hertzog, do moçambicano João Paulo Borges Coelho (2009), ambos publicados em Portugal e nos outros países lusófonos.

AS VISITAS DO DR VALDEZ – JOÃO PAULO BORGES COELHO


As Visitas do Dr Valdez
João Paulo Borges Coelho

 

Tendo como pano de fundo o final de um império e o nascimento de um país, esta é a história do ocaso de duas velhas senhoras e do crescimento de um rapaz.

Fechados numa pequena casa, esforçam-se os três – cada um à sua maneira – por construir uma família fora do tempo e das convenções. Mas são muitos, e fortes, os sinais que entram pelas janelas para dar sabor às suas vidas. Vindos de fora e também de trás, no tempo. Entre um passado denso e um futuro que é uma incógnita, surge um Dr. Valdez tocando à campainha para lhes estruturar os diálogos.

 

Prémio LeYa 2009 com a obra O Olho de Hertzog.

 

P.V.P. (c/ IVA): 5,95€

O OLHO DE HERTZOG – PRÉMIO LEYA 2009 – CHEGA ÀS LIVRARIAS NA SEXTA-FEIRA

O escritor moçambicano João Paulo Borges Coelho recebe na quinta-feira, 4 de Março, em Maputo, Moçambique, o Prémio Leya 2009, das mãos do Presidente de Moçambique, Dr. Armando Guebuza, e do Primeiro-Ministro de Portugal, Eng.º José Sócrates.

A cerimónia realiza-se na Embaixada de Portugal em Maputo, durante o jantar de retribuição oferecido pelo Primeiro-Ministro português ao Presidente moçambicano. João Paulo Borges Coelho foi distinguido com o Prémio Leya pelo seu livro O Olho de Hertzog, que chega às livrarias portuguesas na sexta-feira, 5 de Março, com a chancela Leya, chegando na mesma altura às livrarias moçambicanas, com a chancela da Ndjira.

Depois da sessão de dia 4, estão já agendadas diversas sessões de apresentação do livro nos países de língua portuguesa. Assim, ainda em Maputo, realizar-se-á uma sessão de lançamento de O Olho de Hertzog na segunda semana de Março, com apresentação do Prof. Gilberto Matusse, Professor de Literatura na Universidade Eduardo Mondlane. Ainda em Março, João Paulo Borges Coelho viajará para Portugal para apresentar o seu premiado livro. Estão marcadas três sessões de apresentação: em Lisboa, na Sociedade de Geografia, a 18 de Março, com apresentação do Prof. Fernando Rosas; no Porto, a 19 de Março, na Livraria Leitura do Shopping Cidade do Porto, com apresentação do Prof. Salvato Trigo; e em Coimbra, na Livraria Almedina, a 20 de Março, com apresentação do Prof. Boaventura Sousa Santos.

O Olho de Hertzog será também publicado pela Leya em Angola e no Brasil, países que o autor visitará, estando a sessão de apresentação em Luanda agendada para 25 de Março e a de São Paulo para o mês de Junho.

 

BREVEMENTE NA BIS

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D